Empresa chinesa vai colocar 18 pontos para carregar carro elétrico entre SP e MS

A CTG (China Three Gorges) vai instalar 18 pontos de recarga elétrica em trecho que liga São Paulo a Mato Grosso do Sul. A empresa, que é a segunda maior geradora privada de energia do País, tem hidrelétricas e parques eólicos. Além de instalar eletropostos, a chinesa pretende trabalhar com parques solares.

Os eletropostos serão instalados em trajeto de 1,3 mil quilômetros, a partir de Três Lagoas, que ainda não têm esse tipo de posto para recarga, conforme noticiado pelo jornal Estadão. Os postos devem começar as operações em 2023.

Dez das usinas da CTG e duas PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas) estão na rota em que serão instalados os eletropostos. A frota da empresa já tem nessas unidades carregadores para abastecimento. Até o fim do ano o grupo terá 25 carros elétricos.

Segundo a ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), o Brasil tem 79,8 mil automóveis e comerciais leves elétricos, híbridos plug-in e híbridos. Até agora, o País tem 1.250 postos de recarga em estradas e regiões comerciais de grandes cidades.

A CTG atua no Brasil desde 2013. A empresa tem  investimentos em 17 usinas hidrelétricas, além de participação acionária em 11 parques eólicos.

Em entrevista ao Estadão, o vice-presidente corporativo da CTG Brasil, o José Renato Domingues, disse que os contratos serão só com fornecedores de energia vinda de fontes limpas e o processo será atestado por inédita tecnologia de rastreabilidade. “Somos os únicos a dar uma certificação ao consumidor de que a energia que está vindo desses eletropostos é 100% limpa”, afirmou.

Atualmente, a recarga é gratuita na maioria dos postos, mas, segundo Domingues, com mais gente usando os postos, isso vai mudar. Serão usados sistemas de cobrança de recarga após regulamentação da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).
Campo Grande News

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: