Equipe de Endemias de Maracaju recebe materiais e uniformes novos do Estado
As equipes dos agentes de endemias da Prefeitura de Maracaju, que trabalham no combate à proliferação de vetores transmissores de doenças, receberam, na semana passada, materiais e uniformes novos entregues pelo Governo do Estado. São equipamentos de proteção individual, os EPIs como botinas, máscaras faciais, lanterna, e ainda, cartazes, faixas, mochila, chapéu e camisetas, destinados para a rotina dos agentes.
Todos esses materiais e uniformes serão distribuídos para os 38 agentes de endemias que trabalham no combate a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, a Chikungynya e a Zika Vírus.
Foto Noticia Principal Grande
Em 2021, o Estado também fez uma doação de materiais para os municípios, incluindo o setor de endemias de Maracaju, para controle da Dengue e da Leishmaniose. Os materiais vêm da Diretoria Geral de Vigilância em Saúde, da Coordenadoria Estadual de Controle de Vetores.
Os uniformes, bolsas, botinas e chapéus serão utilizados tanto na visita domiciliar casa a casa como na aplicação de inseticida, no trabalho de bloqueio dos casos de Dengue, Zika ou Chikungunya. Para realização do bloqueio, o Estado enviou uma bomba costal nova, macacões de proteção individual, máscara facial própria e filtro químico.
Foto Noticia Principal Grande

e-Visitas

O Município recebeu, ainda, smartphones para contribuir com o trabalho dos agentes na rua. Esses aparelhos vão contribuir para uso do aplicativo e-Visitas. Maracaju é um dos municípios-piloto na realização deste aplicativo em Mato Grosso do Sul.

Este aplicativo registra todas as atividades dos agentes de endemias através do smartphone, o que deverá diminuir o uso de papel e agilizar a chegada das informações ao controle do Aedes Aegypti em todas as instâncias de governo, contribuindo com a  tomadas de decisões.
“Recebemos todo o material para que os agentes de Endemias exerçam sua função de maneira adequada, como duas camisas, uma par de botina, chapéus, lanternas e com os smartphones que chegaram, todos os agentes de endemias passarão a utilizar esta ferramenta em seu  trabalho de rotina. O que facilita e aprimora esse controle em Maracaju”, destacou o Coordenador do Departamento Municipal de Controle de Vetores, Rafael Rodrigues Silva.

Foto Noticia Principal Grande

Papel dos agentes

Segundo o Ministério da Saúde, o Agente de Controle de Endemias (ACE) tem como atribuição o exercício de atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças como Dengue, Zika, Chikungunya e Leishmaniose. Também desenvolvem promoção da saúde com a realização de palestra educativas em escolas, unidades de saúde e outras localidades em busca da mobilização social no combate às doenças transmitidas por vetores.

As atribuições do Agente de Controle de Endemias, de acordo com  as Diretrizes Nacionais para a Prevenção e controle de epidemias de Dengue, compreendem atividades como a pesquisa de focos em imóveis; atualização do cadastro de imóveis e cadastro de pontos estratégicos visitados e a serem vistoriados; orientação aos moradores para correta eliminação de possíveis criadouros que possam acumular água; executar a aplicação de larvicida e inseticida focal e residual, quando indicado, como medida complementar ao controle mecânico, conforme orientação técnica; encaminhar os casos suspeitos de dengue à unidade de Atenção Primária em Saúde, de acordo com as orientações da Secretaria Municipal de Saúde; entre outros.

Alerta

A Prefeitura alerta os moradores a deixarem os agentes entrarem nas residências para o devido controle de vetores, orientações e esclarecimentos. Os agentes do Município andam uniformizados e cada uniforme tem o emblema da Prefeitura de Maracaju. “É importante contarmos com a ajuda de cada morador, permitindo que os agentes façam as vistorias e que realizem esse trabalho. Precisamos desta força tarefa entre o Município e a comunidade, no combate aos criadouros e às doenças”, enfatizou Rafael Rodrigues.

Fonte:Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Maracaju

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: