TSE homologa fusão de DEM e PSL para formar União Brasil

Em sessão na noite desta terça-feira (8), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) homologou a fusão do DEM e do PSL, formando o União Brasil. O pedido foi aprovado por unanimidade.

O processo foi relatado pelo ministro Edson Fachin. “Verifico cumpridos integralmente os requisitos objetivos para a fusão do Democratas e do Partido Social Liberal. E assim, para o deferimento do partido político resultante, denominado União Brasil”, ponderou.

Ficou determinado ainda que as cúpulas do DEM e do PSL têm 30 dias para apresentar a comprovação do cancelamento das contas bancárias e dos respectivos CNPJs (Cadastro Nacional de Pessoas Físicas) das duas legendas.

Os votos de ambos obtidos nas últimas eleições serão somados para distribuição do fundo partidário e para divisão no tempo de propaganda partidária.

A fusão abre uma janela para os filiados dos partidos, o que pode provocar uma debandada de parlamentares alinhados ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), que ainda está no PSL. Além disso, filiados ao DEM também podem sair por falta de espaço, como o grupo político da ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

Em Mato Grosso do Sul, a tendência é que a senadora Soraya Thronicke presida a legenda. A deputada federal Rose Modesto lançou sua pré-candidatura ao governo do Estado pelo União.

Campo Grande News

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: