Tragédia em Minas Gerais, apenas uma foi identificada

O delegado regional de Passos, Marcos de Souza Pimenta, informou durante coletiva de imprensa, na manhã deste domingo (9), que das oito vítimas fatais da tragédia em Capitólio, Minas Gerais, apenas uma foi identificada formalmente, após o acidente de deslizamento do cânion no lago de Furnas.

Conforme O Globo, Julio Borges Antunes, de 68 anos, natural de Alpinópolis (MG), foi identificado. Ele era um dos ocupantes da lancha nomeada de “Jesus”, que estava no local com 10 pessoas. Ambas vítimas se conheciam e estavam hospedadas em uma pousada de São José da Barra. “O reconhecimento formal vai levar um tempo maior. O reconhecimento precatório das famílias já foi realizado”, disse o delegado.

Entre as vítimas está uma família com casal, filhos e netos, de 57 a 14 anos. Além de Antunes, que era um dos ocupantes da lancha, estavam:

– Homem, 40 anos, natural de Betim (MG) – seria o piloto da lancha;

– Mulher, 43 anos, natural de Cajamar (SP);

– Mulher, 18 anos, natural de Paulínia (SP);

– Homem, 67 anos, natural Anhumas (SP);

– Mulher, 57 anos, natural de Itaú de Minas (MG);

– Homem, 37 anos, natural de Itaú de Minas (MG);

– Homem, 14 anos, natural de Alfenas (MG);

– Homem, 24 anos, natural de Campinas (SP);

– Homem, 35 anos, natural de Passos (MG).

Buscas

Na manhã de hoje a equipe do Corpo de Bombeiros voltou as buscas, por volta das 7h, encontraram a oitava vítima, já sem vida. A equipe continua na procura por duas pessoas que estavam desaparecidas.

Karina Campos

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: