Governo investiu R$ 1 bilhão para infraestrutura em Dourados, diz Riedel

Em sete anos o Governo do Estado investiu mais de R$ 1 bilhão pra obras de infraestrutura em Dourados, cidade a 225 quilômetros de Campo Grande, que comemora 86 anos nesta segunda-feira (20).  De acordo com o secretario estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, só na área central de Dourados, foram mais de 60 quilômetros de ruas recapeadas, a distância aproximada entre a cidade e Caarapó

Em boa parte o asfalto antigo foi completamente retirado e um novo com espessura de três a cinco centímetros é colocado. A previsão do término dos trabalhos é junho de 2022. Ao todo, estão sendo aplicados R$ 23 milhões na obra e mais de 200 empregos diretos estão sendo gerados com o recapeamento.

Além disso,  o Governo do Estado já investiu R$ 22 milhões na modernização das principais avenidas de Dourados. Sendo R$ 10 milhões para oito quilômetros da Avenida Hayel Bom Faker. A via foi totalmente reestruturada e recebeu asfalto e sinalização novos, além de drenagem para prevenir alagamentos em dias chuvosos.

Mais R$ 7,3 milhões foram investidos para restauração da Weimar Gonçalves Torres, R$ 11 milhões na revitalização da Marcelino Pires e R$ 3 milhões na Rua Joaquim Teixeira Alves. Para os próximos meses o governo ainda prevê a duplicação da Avenida Coronel Ponciano, no trecho que vai da BR-163 até a Rua Palmeiras, visando reduzir em 50% o número de acidentes na via. E até a Avenida Marcelino Pires será feita a revitalização.

Vista aérea da cidade de Dourados, que faz aniversário hoje (Foto: Divulgação)
Rodovias – Na MS-162, chegou à fase final os trabalhos de pavimentação. Ao todo 72% das obras já foram executadas e agora faltam as sinalizações horizontal e vertical, cercamento e plantio de gramas nas laterais.

Já na MS-156 as equipes avançam nas obras de duplicação. São 7,3 km de extensão da rodovia que liga a BR-163 ao Distrito Industrial. Cerca de 80% dos serviços já foram executados. O investimento é de mais de R$ 26 milhões e o projeto também prevê uma passarela para os pedestres.

Educação – Ainda segundo Riedel, o governo está investindo R$ 10,4 milhões na revitalização completa das escolas de Dourados, que abrangem obras de acessibilidade, pintura, readequações na parte elétrica e hidráulica e reformas gerais.

Segundo o secretário, o objetivo é garantir mais segurança e conforto aos alunos quando puderem retornar às aulas presenciais. Estão recebendo melhorias as escolas: Antônia da Silveira Capilé, Floriano Viegas Machado e Alício Araújo. Na escola Escola Menodora Fialho Figueiredo as obras levam investimentos de R$ 5 milhões.

Saneamento – Por fim, a cidade está perto de alcançar a universalização do sistema de esgotamento sanitário. Cerca de 85% da população já conta com o tratamento disponível e a cidade tem cinco estações de tratamento de esgoto operando em conjunto.

Este ano, em novembro, foi autorizada a licitação para ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Laranja Doce, investimento estimado em R$ 36 milhões.

“Vai dar mais capacidade e suporte para ampliar o tratamento do esgoto em Dourados, eliminando os esgotos clandestinos ou a céu aberto. Dourados é cidade importante para o Estado e a sequência desse projeto ambicioso de Mato Grosso do Sul para universalizar o esgotamento sanitário”, finalizou Riedel.

Em boa parte o asfalto antigo foi completamente retirado e um novo com espessura de três a cinco centímetros é colocado. A previsão do término dos trabalhos é junho de 2022. Ao todo, estão sendo aplicados R$ 23 milhões na obra e mais de 200 empregos diretos estão sendo gerados com o recapeamento.

PUBLICIDADE

Além disso,  o Governo do Estado já investiu R$ 22 milhões na modernização das principais avenidas de Dourados. Sendo R$ 10 milhões para oito quilômetros da Avenida Hayel Bom Faker. A via foi totalmente reestruturada e recebeu asfalto e sinalização novos, além de drenagem para prevenir alagamentos em dias chuvosos.

Mais R$ 7,3 milhões foram investidos para restauração da Weimar Gonçalves Torres, R$ 11 milhões na revitalização da Marcelino Pires e R$ 3 milhões na Rua Joaquim Teixeira Alves. Para os próximos meses o governo ainda prevê a duplicação da Avenida Coronel Ponciano, no trecho que vai da BR-163 até a Rua Palmeiras, visando reduzir em 50% o número de acidentes na via. E até a Avenida Marcelino Pires será feita a revitalização.

Vista aérea da cidade de Dourados, que faz aniversário hoje (Foto: Divulgação)
Rodovias – Na MS-162, chegou à fase final os trabalhos de pavimentação. Ao todo 72% das obras já foram executadas e agora faltam as sinalizações horizontal e vertical, cercamento e plantio de gramas nas laterais.

Já na MS-156 as equipes avançam nas obras de duplicação. São 7,3 km de extensão da rodovia que liga a BR-163 ao Distrito Industrial. Cerca de 80% dos serviços já foram executados. O investimento é de mais de R$ 26 milhões e o projeto também prevê uma passarela para os pedestres.

Educação – Ainda segundo Riedel, o governo está investindo R$ 10,4 milhões na revitalização completa das escolas de Dourados, que abrangem obras de acessibilidade, pintura, readequações na parte elétrica e hidráulica e reformas gerais.

Segundo o secretário, o objetivo é garantir mais segurança e conforto aos alunos quando puderem retornar às aulas presenciais. Estão recebendo melhorias as escolas: Antônia da Silveira Capilé, Floriano Viegas Machado e Alício Araújo. Na escola Escola Menodora Fialho Figueiredo as obras levam investimentos de R$ 5 milhões.

Saneamento – Por fim, a cidade está perto de alcançar a universalização do sistema de esgotamento sanitário. Cerca de 85% da população já conta com o tratamento disponível e a cidade tem cinco estações de tratamento de esgoto operando em conjunto.

Este ano, em novembro, foi autorizada a licitação para ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Laranja Doce, investimento estimado em R$ 36 milhões.

“Vai dar mais capacidade e suporte para ampliar o tratamento do esgoto em Dourados, eliminando os esgotos clandestinos ou a céu aberto. Dourados é cidade importante para o Estado e a sequência desse projeto ambicioso de Mato Grosso do Sul para universalizar o esgotamento sanitário”, finalizou Riedel. – CREDITO: CAMPO GRANDE Campo Grande News

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: