Com Batizado e Roda de Capoeira Grupo Camará de Capoeira encerra o ano de 2021.

 

Neste final de semana, sábado e domingo (11 e 12) o Grupo Camará de Capoeira realizou oficina e batizado de capoeira finalizando as atividades do ano de 2021.

Evento reuniu capoeiristas filiados ao grupo dos municípios de Rio Verde do Mato Grosso, Corumbá, Campo Grande, Maracaju, Dourados, Fátima de Sul e da sede Ponta Porã, as ações foram coordenadas pelo Mestre Jaraguá presidente do grupo e contou com as presenças dos Mestres Canibal, Marcos, Tapioca todos do Grupo Camará.

Participaram como  convidados e abrilhantaram o evento os mestres, Pequeno, Cobra, Moreira e Barnabé.

Durante os dois dias de atividades os participantes tiveram oficina de Makuulele, com ritmos, vestes, musicalidade sendo ministrada pelos mestres.

Oficina de aquecimento, movimentação e ginga especifica para capoeira.

Instrumentação e canto, foi outro assunto discutido, desde afinação dos instrumentos, composição e bateria, voz e timbre, com todos os instrumentos utilizados em uma roda, berimbau, atabaque, pandeiro e agogô.

Durante o evento foram  abordados e discutidos pelos mestres, as mais diversas situações que os capoeiristas enfrentem no dia a dia.

O encerramento aconteceu com o batizado e troca de cordas, e claro com a rodada de capoeira.

Mestre Jaraguá, falou das dificuldades que todos enfrentaram durante a pandemia. Capoeira não foi diferente, as dificuldades foram imensas, mas o capoeirista que já enfrenta vários obstáculos, superou mais um, e isso dá uma expectativa muito grande para 2022.

Momento de emoção mestre lembrou das vítimas da covid 19 em todo mundo, e de forma especial dos capoeiristas e seus familiares, assim como ele também deve perda de entes querido.

“Mesmo assim, devemos agradecer de estarmos aqui, vivendo esse momento. O ano não foi como queríamos, mas terminamos de uma forma produtiva, e, fica a esperança de 2022 ser melhor. Agradeço de coração a cada um de vocês que aqui estão. E dedico este momento, aquele amigo, que sempre nos estende a mão, a capoeira é assim, feita de solidariedade e amizade, dedico aqueles que perderam a vida nesta roda do mundo, recebendo a rasteira sem esperar. Fica aqui a certeza de dias melhores”, concluiu Mestre Jaraguá.

 

 

 

 

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: