“Campanha 16 Dias de Ativismo: Uma Campanha pelo Fim da Violência Contra as Mulheres” realiza ação com mulheres em Maracaju

Nesta segunda-feira 29-11 a Secretaria de Assistência Social, através da Coordenadoria da Mulher realizou mais uma ação integrada a “Campanha 16 Dias de Ativismo: Uma Campanha pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”.

Apadrinhada pela Primeira-Dama Meire Calderan a campanha é estadual e o município aderiu, realizando diversas ações locais, visando orientar e conscientizar as mulheres sobre a importância de quebrar o círculo vicioso da violência doméstica.

De acordo com a Secretária de Assistência Social Dirlene Novais a administração municipal busca cada vez mais apoiar ações que possibilitem as mulheres e independência financeira, através da realização de cursos de capacitação, bem como todo o suporte necessário para aquelas mulheres vítimas de violência doméstica.

“O agressor, infelizmente, persiste nas agressões dentro de casa, muitas vezes a mulher não quer sair deste círculo, devido a dependência financeira ou até receio de ser ainda mais violentada, bem como em alguns casos, não quer deixar a vida de agressões, por acreditar que o parceiro irá melhorar, são fatos reais e, cada vez mais predominantes em nossa sociedade, sendo nossa função ajudar a mulher a ter autonomia e força para sair do círculo de violência e Maracaju conta com essa rede de proteção totalmente eficaz.” Explicou Dirlene Novais.

Durante a tarde desta segunda (29), através do trabalho da Assistente Social Vanessa Oliveira, realizou-se um trabalho de conscientização e motivação das mulheres, através de um “Dia de Beleza” e orientação, fazendo parte dessa campanha dos “16 Dias de Ativismo: Uma Campanha pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”.

O evento contou com a presença da Primeira-Dama Meire Calderan, Secretária de Assistência Social Dirlene Novais, Coordenadora do CRAS Diana Freitas, Coordenadora do CREAS Leiza Karen Barbosa, Coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres Jamaika do Carmo e Coordenadora da Associação Força do Amor Kariny Rios, além de colaboradores da Secretaria de Assistência Social.

Sobre os 16 dias

A campanha dos “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres” é uma mobilização mundial que ocorre em mais de 160 países, sendo realizada no Brasil desde 2003. Em Mato Grosso do Sul, a Lei nº 4.784/2015, sancionada pelo Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em 16 de dezembro de 2015, instituiu o dia 25 de novembro como o “Dia Estadual de Mobilização pelo Fim da Violência contra a Mulher”.

Durante 16 dias serão realizadas ações com o objetivo de conscientizar a população sobre a necessidade de erradicar a violência contra a mulher e divulgar os mecanismos legais para coibir a violência de gênero, e também para avaliar os avanços e retrocessos nas políticas públicas, as ações de enfrentamento à violência e a eficácia da Lei Maria da Penha.

Ativismo – Os 16 Dias de Ativismo começaram em 1991, quando mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), iniciaram uma campanha com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. A data é uma homenagem às irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas como Las Mariposas, assassinadas em 1961 por integrarem a oposição ao regime do ditador Rafael Trujillo, na República Dominicana.

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: