PRF encontrado morto após tentar matar ex e atual dela deixou carta de despedida
O policial rodoviário federal, de 48 anos, encontrado morto nesse domingo (28), em uma área de mata na MS-040, próximo ao bairro Moreninhas, deixou uma carta de despedida, segundo informações passadas pelo delegado Christian Mollinedo que atendeu à ocorrência. O policial estaria morto há pelo menos dois dias.

O delegado confirmou que a arma do policial não foi encontrada no local onde estava o corpo. A vítima tinha um ferimento de bala na parte frontal da cabeça, e o corpo já estaria no local há aproximadamente dois dias. Não foi revelado o conteúdo da carta e nem para quem era endereçada. Ainda segundo o delegado, o caso será investigado pela 4ª Delegacia de Polícia Civil e foi registrado a princípio como morte a esclarecer.

O corpo do policial rodoviário federal foi encontrado por um popular que estava catando guaviras no meio do mato e estava em processo avançado de decomposição. No bolso do policial, foram encontrados documentos pessoais, cartões bancários e R$ 119.

Carro rastreado x tiros no motel

A ex-mulher do policial disse em depoimento que ficou casada com o autor por três anos, sendo que conviveu com ele por 9 anos, mas que estavam em processo de separação. Ela ainda contou que nunca havia registrado um boletim de ocorrência anterior contra o ex-marido.

Ainda segundo a mulher, o carro dela foi rastreado pelo policial rodoviário federal até o motel. O PRF estava em um veículo Virtus, de cor branca. Ele deixou o carro na frente do estabelecimento e entrou a pé pelo portão da saída com duas armas de fogo.

Ao identificar o quarto em que as vítimas estavam, fez os disparos contra o acompanhante dela, atingido na boca. Tiros também atingiram o carro da mulher, agredida com várias coronhadas pelo agente federal.

O caso foi registrado como homicídio na forma tentada e feminicídio na forma tentada. O celular do homem ferido a tiros foi apreendido para perícia, assim como o carro que estava no motel.

Nota de pesar PRF

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) publicou uma nota de pesar lamentando o falecimento do policial. No texto, a instituição diz lamentar a morte do policial, que ingressou no órgão em 2006 e estava lotado atualmente na Delegacia de Guia Lopes da Laguna. “Manifestamos solidariedade e destinamos nossos sinceros desejos que Deus dê conforto aos familiares, amigos e colegas neste momento de luta”.

Midiamax

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: