anuncio
Maracaju soma 67 dias sem óbitos e 16 dias sem internações por COVID-19

Maracaju amanheceu nesta quarta-feira 27-10 com bons números para comemorar, devido a regressão da pandemia, as medidas restritivas antes necessárias, já estão mais flexíveis, comerciantes e empresários voltaram a contar com horário normal de trabalho e as vendas aos poucos estão crescendo, economia se recuperando, além de gerar mais empregos.

Mas, certamente o principal número a ser comemorado é quanto as vidas, Maracaju comemora nesta data 67 (Sessenta e sete) dias sem óbitos por COVID-19 e 16 (Dezesseis) dias sem a internações de pacientes no Hospital Soriano Corrêa, devido a enfermidade.

De acordo com o Secretário de Saúde Thiago Olegário Caminha os números são bons e merecem ser comemorados, mas alerta que a pandemia ainda não acabou, Maracaju e todo o país, continuam trabalhando no processo de vacinação e esta etapa é a mais importante para o tão esperado fim da pandemia.

Contamos com bons índices de vacinação, tanto de primeira, quanto segunda dose, temos que pedir a cooperação da comunidade, mantendo os cuidados necessários como uso de máscara, higienização das mãos e dentro das possibilidades o distanciamento social, mas pedimos encarecidamente aqueles que ainda não se vacinaram, temos vacinas disponíveis, procurem e vacinem-se, por vocês e pelos seus familiares, somente com o coletivo vacinado, podemos projetar o fim desta enfermidade que levou tantas pessoas queridas.” Explicou Thiago.

O Secretário ainda alertou que a segunda dose, não se trata de dose de reforço, ou seja, é totalmente necessária e eficaz para completar o ciclo de imunização, bem como os profissionais de saúde e idosos que foram os primeiros a serem vacinados, já estão sendo convocados para tomar a Dose de Reforço, tudo baseado em estudos da ciência.

De acordo com o Prefeito Marcos Calderan, Maracaju enfrentou a pandemia com firmeza e sérios investimentos na saúde e agora comemora esses bons números, mas também ressaltou a importância da vacinação.

Há um ano atrás, sofríamos com as necessárias medidas restritivas, bem como perdíamos inúmeras pessoas queridas, atualmente até em respeito a memória deles, buscamos nos proteger, através da vacinação. Bem como, investimos em ampliação dos profissionais de saúde para atendimento, equipamentos como respiradores e tudo que estava dentro do possível, mesmo com a falta predominante de insumos em todo o país, sempre focados em salvar vidas! Agora é o momento necessário de refletirmos e, quem ainda não se vacinou, compreender que, somente a vacinação fez com que chegássemos a esse momento tão importante de recuperação e possibilidade de retornarmos ao normal, por isso, vacinem-se!” destacou Marcos Calderan.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, estima-se que 20% da população vacinável de Maracaju ainda não se imunizou e o processo continua ocorrendo no Salão da Igreja Santo Antônio na Vila Juquita, sendo divulgados diariamente pelo site oficial do município, quanto a doses disponíveis e público que será vacinado naquela data.

Assessoria

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: