Em parceria com o Governo do Estado e Câmara, Prefeitura de Maracaju lança “Projeto Morar Bem” e contemplados ainda receberão Kit de Materiais para Construção de cerca de 15 mil reais

Na manhã desta sexta-feira 24-09, o Prefeito Marcos Calderan visitou às emissoras de rádio do município para trazer uma boa notícia para a comunidade maracajuense, trata-se do lançamento oficial do Programa “Morar Bem” com uma ação inédita do município com doação do terrenos, entrega de Kits de Materiais para Construção. Em parceria com o Governo do Estado através do Programa Lote Urbanizado, será feito construção da fundação que é a base do imóvel, primeira fiada de tijolos e infraestrutura urbana. Esse projeto tem apoio da Câmara de Vereadores.

Em mais um projeto pioneiro, a Prefeitura de Macaraju lançou programa que terá um apoio maior para a construção da “Casa Própria”, além da doação de terrenos, entrega de imóvel com a base construída, além de fossa séptica e toda a infraestrutura urbana, também haverá a destinação de materiais de construção com um custo estimado de 15 mil reais para a compra dos materiais básicos para a construção.

Temos a alegria de trazer essa boa notícia, após vários anos sem um programa habitacional, Maracaju conta com o Lote Urbanizado e o Projeto ‘Morar Bem’, através da parceria com o Governador Reinaldo Azambuja que é um grande apoiador e incentivador deste trabalho, bem como, a Câmara Municipal pelo apoio, agradeço através do Presidente Robert aos 13 vereadores, além de um trabalho técnico de nossa equipe que nos possibilitou destinar 15 mil reais em materiais de construção para cada contemplado acelerar sua obra com os materiais de construção.” Explicou Marcos Calderan, Prefeito de Maracaju.

Marcos Calderan ainda explica que em Maracaju o programa é ainda mais inovador, afinal para cada imóvel o município destinará cerca de 65 mil reais, afinal os terrenos doados estão avaliados em média 50 mil reais e ainda 15 mil de materiais de construção que serão destinados para cada beneficiado.

Após a análise inicial dos documentos, caso for selecionado o mutuário (comtemplado) deverá cumprir outro regramento importante que é a comprovação de compra de cerca de 2.500 reais de materiais, visando se manter na seleção, tudo através de Nota Fiscal, tal lista de materiais, deverá ser publicada no site do município.

A conclusão da obra será de responsabilidade do beneficiado, contando ainda com a possibilidade de o Governo do Estado financiar a cobertura do imóvel.

Para essa ação será mobilizada uma grande equipe para atender a comunidade, efetuando as inscrições e tirando dúvidas do programa, conforme pontos citados no encerramento desta matéria.

Sobre o Lote Urbanizado

Programa do Governo do Estado em parceria com os municípios, tratando-se do mais inovador dos últimos tempos, afinal não deixa o comtemplado com parcelas, já que o município entra com o terreno do imóvel e o Governo do Estado entra com a construção da base do imóvel.

As bases deverão possuir área unitária de 42,56 metros quadrados para comportar uma casa de dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

Como se inscrever

Em Maracaju o cadastro seguirá por Ordem Alfabética do nome da esposa no caso de mutuários casados e conviventes.

A ao F – Período de 27-09-2021 a 29-09-2021

G ao L – Período de 30-09-2021 a 01-10-2021

M ao Q – Período de 02-10-2021, 04 e 05-10-2021

R ao Z – Período de 06-10-2021 e 07-10-2021

Locais: 

CIEI Margarida Ferreira Braga (Em Frente ao Estádio Loucão e Posto Central);

CIEI Margarida Ferreira Braga (Em Frente ao Estádio Loucão e Posto Central);

Museu (Em Frente a praça Central);

CIEI Gregória – Bairro Geazone

AS INCRIÇÕES ACONTECERAM SIMULTANEAMENTE NESSES TRÊS LOCAIS.

Os horários serão de segunda á sexta-feira das 7:30 às 17 horas, sem intervalo para o almoço e aos sábados das 07:30 às 12:00 horas.

Documentos necessários para cadastro:

  • RG
  • CPF
  • Título de Eleitor
  • Carteira de Trabalho
  • Certidão de Nascimento
  • Certidão de Casamento
  • Certidão de Nascimento (Filhos menores de 18 anos)
  • Comprovante de Renda (último mês)
  • Comprovante de Residência (último mês)
  • Número de Identificação Social – NISS (PIS/PSEP)
  • Número do CID (Classificação Internacional de Doença) caso mutuário ou dependente da família possua deficiência e/ou doenças crônicas incapacitantes para o trabalho;
  • Renda Mensal de até R$ 4.865,00

Os documentos acima requisitados são os originais, não necessite de cópia, pois o cadastro será realizado na Plataforma AGEHAB de forma virtual/online.

Requisitos mínimos: 01 ano de residência comprovada no município, quanto mais tempo de residência mais pontos alcançam.

Pessoas que já foram contempladas por algum programa do Governo, serão automaticamente excluídas.

CADASTRE-SE ONLINE AQUI:
https://habix.agehab.ms.gov.br/inscricao/

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: