42 cidades saem da bandeira cinza

A Secretaria de Estado de Saúde atualizou nesta quarta-feira (23) o Programa de Segurança e Saúde na Economia (Prosseguir). Na nova classificação, quase 60% dos 79 municípios do Estado estão na bandeira vermelha. As recomendações são válidas para o período de 25 de junho a 7 de julho.

O novo bandeiramento classifica 4 municípios na cor cinza, 47 na vermelha, 25 na laranja e 3 na amarela. As cores sinalizam grau extremo, alto, médio e tolerável para a transmissão da Covid-19, respectivamente.

Na bandeira cinza, que orienta apenas o funcionamento de atividades listadas como essenciais no Prosseguir, estão os municípios de Água Clara, Aparecida Do Taboado, Camapuã e Japorã.

InícioNotíciasCapital
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

MATÉRIAS DA CAPA
BRASIL
Participantes de audiência criticam atuação de ONGs em áreas indígenas
há 3 horas
BRASIL
Comissão debate recomendações da ONU para melhorar a educação no Brasil
há 4 horas
POLÍTICA
Ações de Direitos humanos passam a ser exigidas em órgãos públicos
há 5 horas
QUINTA E SEXTA
Adolescentes com comorbidades e gestantes vacinam em Dourados
há 5 horas
BRASIL
Grupo elabora Plano de Geração de Trabalho e Renda no sistema prisional
há 6 horas

PUBLICIDADE

Dourados e mais 42 cidades saem da bandeira cinza
23/06/2021 13h56

A Secretaria de Estado de Saúde atualizou nesta quarta-feira (23) o Programa de Segurança e Saúde na Economia (Prosseguir). Na nova classificação, quase 60% dos 79 municípios do Estado estão na bandeira vermelha. As recomendações são válidas para o período de 25 de junho a 7 de julho.

O novo bandeiramento classifica 4 municípios na cor cinza, 47 na vermelha, 25 na laranja e 3 na amarela. As cores sinalizam grau extremo, alto, médio e tolerável para a transmissão da Covid-19, respectivamente.

Na bandeira cinza, que orienta apenas o funcionamento de atividades listadas como essenciais no Prosseguir, estão os municípios de Água Clara, Aparecida Do Taboado, Camapuã e Japorã.

A maioria dos municípios sul-mato-grossenses está no bandeiramento vermelho, que recomenda apenas atividades essenciais e não essenciais de baixo risco. Estão nesta classificação: Amambai, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Eldorado, Fátima Do Sul, Figueirão, Itaporã, Itaquiraí, Jardim, Ladário e Laguna Carapã.

Também estão na bandeira vermelha: Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Terenos, Três Lagoas e Vicentina.

Na bandeira laranja, em que a recomendação é o funcionamento de atividades essenciais e não essenciais de baixo e médio risco, estão 25 municípios. São eles: Alcinópolis, Anastácio, Angélica, Antônio João, Aral Moreira, Batayporã, Caracol, Corguinho, Coronel Sapucaia, Douradina, Glória de Dourados, Guia Lopes Da Laguna, Iguatemi, Inocência, Ivinhema, Jateí, Juti, Nova Alvorada do Sul, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Porto Murtinho, Rio Negro, Sete Quedas, Tacuru e Taquarussu. Na classificação amarela estão, Anaurilândia, Jaraguari e Santa Rita do Pardo.

Novos atos normativos
Durante a live oficial de apresentação dos dados oficiais da Covid-19 e quinzenalmente a nova classificação dos municípios nas bandeiras do Prosseguir, a secretária adjunta da SES, Christinne Maymone falou sobre os novos atos normativos publicados em Diário Oficial do Estado (DOE) e que passam a ter vigência a partir de sexta-feira (25).

Um deles trata da inclusão da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Secretaria de Educação (SED) e Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) no Comitê do Prosseguir que passa a contar com 12 membros. Outro documento revoga o decreto n. 15.693 e tem efeitos a partir de sexta-feira. “Amanhã é o último dia do nosso decreto estadual, que era um decreto com prazo contado, em caráter excepcional e temporário. Aos municípios que entenderam a importância do nosso agradecimento”.

O DOE também traz uma deliberação de revogação do Comitê Gestor do Prosseguir. “Considerando que fizemos uma reclassificação em relação a situação das quatro macrorregiões de saúde estarem em vermelho e com 90% da ocupação mas que foi dentro de um período que acaba amanhã, nós revogamos o artigo 1° e 2° da deliberação, com efeitos a partir de sexta-feira (25)”.

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: