Polícia apreende van com R$ 2,6 milhões em cocaína sob assentos de passageiros –

Carregamento de cocaína avaliada em mais de R$ 2,6 milhões foi apreendida nesta sexta-feira (11) pelo Dracco (Departamento de Repressão a Corrupção e ao Crime Organizado) em Campo Grande. A droga estava sendo transportada sob os acentos de uma van de passageiros, que saiu de Ponta Porã rumo à Capital. Ao todo foram encontrados 107 quilos de cocaína de alto teor de pureza, conforme o departamento.

O responsável pela carregamento era o próprio motorista do veículo, que também seguia viagem com o filho, de apenas 10 anos. A van foi interceptada pelos investigadores enquanto chegava em Campo Grande pela rodovia BR-060. As diligências em busca do veículo estavam ocorrendo desde que o departamento foi acionada pelo setor de inteligência da 2ª DEIC (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de Presidente Prudente, SP.
Os passageiros não sabiam que havia droga no coletivo e ao serem interceptados pela polícia, se revoltaram com o motorista por terem sido expostos ao risco de prisão.

Conforme o Dracco o suspeito se aproveitou das vítimas e do próprio filho para não levantar suspeitas, caso fosse abordado por policiais. Contudo, ele acabou sendo autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Na sequência a van foi levada até a sede do Dracco na Capital onde os bancos do veículo foram arrancados e a droga retirada de dentro do assoalho. Os tabletes de cocaína tinham imagens de um homem montado em um cavalo, durante uma prova de hipismo. No mercado brasileiro a carga de cocaína está avaliada em aproximadamente R$ 2.675.000,00.

Na Europa o valor do quilo da droga chega a valer de 60 a 100 mil euros. O Dracco de Mato Grosso do Sul em parceria com a Polícia Civil de São Paulo, darão continuidade nas investigações para apurar o destino da droga. A suspeita é de que a carga milionária de cocaína pura seria enviada para fora do país.

Campo Grande News

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: