Sobrevivente de acidente com três mortes, advogado está no CTI em Corumbá

Sobrevivente de acidente que matou três pessoas na BR-262, o advogado Jansen Moussa, 40 anos, está internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Corumbá. De acordo com o médico Issam Moussa, pai do advogado, o quadro é estável.

O menino Matheus, de 8 anos, filho de Jansen, morreu no acidente. A tragédia na manhã deste sábado (dia 5) aconteceu perto do Buraco das Piranhas, trecho da rodovia a 100 km de Corumbá. A colisão frontal entre a caminhonete Toyota Hilux e o Jeep Renegade também matou o fisioterapeuta José Roberto Faker, 38 anos, e Gabriel Silva de Almeida, de 24 anos.

Jansen, o filho Matheus e José Roberto (conhecido como Bita) viajavam na caminhonete, que foi emprestada por Issam ao filho. “Emprestei por ser mais seguro”, disse o médico neste sábado à reportagem.

Gabriel era o condutor do Jeep, veículo locado e com placas de Belo Horizonte (Minas Gerais). Não foi divulgada a causa do acidente. Os dois veículos ficaram totalmente destruídos.

Num áudio recebido pela reportagem, a pessoa relata que ajudou no socorro antes da chegada do Corpo de Bombeiros e tentou reanimar a criança. “Eu fui doido, amarrei uma fita numa carreta e nós viramos a caminhonete”, diz.

Ele ainda conta que tentou socorrer o condutor do Jeep, mas o veículo estava partido ao meio e o motorista morto.
Campo Grande News

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: