Prefeitura de Maracaju implementa reforço na Estrutura de Enfrentamento à Covid-19

Em mais uma iniciativa para reforçar o combate à Covid-19, a Prefeitura de Maracaju planeja uma nova estrutura para atender pessoas com casos suspeitos ou confirmados da doença. Atualmente, somente a Central Covid atende estes pacientes, mas, diante da alta dos casos a Secretaria de Saúde planeja uma nova Central Emergencial da Covid.

Por dia são atendidos em média 100 pessoas na Central da Covid no município, no local os pacientes passam por atendimento médico, fazem o exame para diagnóstico da doença e recebem o auxílio necessário. Esta nova Central Emergencial irá desafogar a demanda de atendimento, para melhor atender toda a população.

“Iremos implantar uma nova Central Emergencial da Covid em Maracaju. Nosso planejamento é que a unidade seja instalada na quadra de esportes da Escola João Pedro Fernandes. A implantação dessa nova unidade irá desafogar a atual Central Covid, da Vila do Prata, e o próprio Hospital Soriano Corrêa da Silva. Infelizmente os casos de Covid-19 estão aumentando muito no município, por isso estamos buscando oferecer a nossa população uma estrutura mais eficiente, para o diagnóstico e tratamento da doença. A Prefeitura preza pelo bom atendimento da Saúde e nossa prioridade nesse momento crítico é atender bem e salvar o máximo de vidas possível”, disse o Secretário de Saúde, Thiago Caminha.

Enquanto a nova Central Emergencial da Covid não é instalada, a ESF Balbino Corrêa de Lima (Vila Margarida) passa a atender a partir da próxima segunda-feira (31) somente pacientes com sintomas gripais, suspeitos ou confirmados de COVID-19.
Assessoria

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: