Projeto quer suspender aumento de 8,9% na conta de luz para 74 municípios de MS

Projeto de decreto legislativo apresentado ontem (26) à Câmara dos Deputados tenta suspender o aumento na tarifa de energia elétrica aos consumidores da Energisa Mato Grosso do Sul. Na semana passada, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou reajuste de 8,9%.

A proposta, de autoria da deputada Rose Modesto (PSDB-MS), procura sustar os efeitos da resolução que homologou o aumento. A parlamentar justifica que o percentual aplicado leva a uma “situação insustentável”, consideradas as consequências das crises econômica, sanitária e social provocadas pela pandemia de covid-19.

Rose teve a mesma iniciativa em abril do ano passado, quando a Aneel aprovou reajuste de 6,9% na conta de luz a consumidores da Energisa. Na ocasião, ela apresentou o projeto ao plenário e o texto não foi para frente.

Desta vez, a tucana levou a proposta à Mesa Diretora da Câmara. A mudança de “alvo” pode fazer diferença na articulação para aprovação da matéria, uma vez que Rose faz parte da Mesa – ela é terceira-secretária.

O aumento na tarifa de energia elétrica já está valendo e atinge pelo menos 1 milhão de unidades consumidoras. A Energisa é responsável pela distribuição em 74 municípios do Estado.
Midiamax

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: