Sem previsão de recursos, Censo não será realizado neste ano – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Após o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) ter orçamento reduzido e provas desmarcadas para o processo seletivo que contrataria 181 mil recenseadores em todo o País, o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues confirmou que o Censo não será realizado neste ano.

De acordo com o secretário, não há previsão de recursos no orçamento sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Sobre um planejamento para um novo Censo, ele disse apenas que as decisões serão divulgadas no decorrer do ano.

Esta já é a segunda vez que o Censo é postergado, já que deveria ter sido realizado em 2020, mas foi suspenso devido à pandemia. O estudo é considerado como fundamental para definir políticas públicas em todas as áreas.

Em Mato Grosso do Sul seriam contratados 2,5 mil recenseadores, dentro dos 181 mil para todo o País. As provas estavam marcadas para 18 e 25 de abril, mas foram canceladas devido ao corte de verbas.

O salário para os recenseadores iria variar em relação à sua produtividade, mas teria como valor mínimo R$ 1,5 mil. De acordo com o IBGE, o serviço é temporário, inicialmente com três meses, e incluiria 13º salário e férias proporcionais.

– CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: