Operário se classifica em rodada com “quebra-pau” e polícia

Dois jogos realizados simultaneamente nesta quinta-feira (15), definiram as 3 equipes do grupo A que jogarão para a próxima fase do campeonato sul-mato-grossense. A única vaga que ainda estava em aberto foi preenchida pelo Operário, que venceu o Novo no estádio Morenão e viu o Águia Negra perder para o Aquidauanense no estádio Noroeste.

Dependendo apenas de suas próprias forças, o Águia Negra visitou a equipe do Aquidauanense precisando de um simples empate para avançar, mas aos 22 minutos do primeiro tempo levou o primeiro gol. Juninho cobrou escanteio na medida para Mauro Geromel abrir o placar para o Azulão. O segundo dos donos da casa saiu aos 35 minutos, Jô cruzou na área, a bola desviou no zagueiro e matou o goleiro do Águia.

Logo no começo do segundo tempo o Aquidauanense ampliou o placar, deixando o Águia cada vez mais longe da classificação. Aos 2 minutos, Jô recebe em profundidade e sem dificuldades marcou o terceiro do Azulão. Os visitantes até esboçaram uma reação, aos 15 minutos Daniel aproveitou um escorregão do zagueiro Xavier e diminui o placar.

Cenas lamentáveis – Nervosa em campo e com as chances de classificação cada vez mais distante, a equipe de Rio Brilhante não conseguia criar jogadas. Aos 23 do segundo tempo, o autor do único gol do Águia, Daniel, deu um pisão em Pedro, do Aquidauanense, que estava caído, e recebeu o cartão vermelho, dando início a uma confusão generalizada.

A polícia teve que intervir na briga e foi preciso fazer o uso de armas com bala de borracha. Segundo informações da Rádio Avenida FM, que realizava a transmissão ao vivo do jogo, um tiro dado pelo policial acertou o pé do meia Rafael Xavier, do Águia Negra. Além disso, a polícia precisou dar voz de prisão ao zagueiro Virgulino, do Águia, por desacato.

A partida chegou a ser encerrada pela arbitragem por falta de segurança, aos 25 minutos do segundo tempo. Porém a arbitragem chegou a um acordo com os capitães das duas equipes para seguir o jogo desde o momento que parou. Após toda confusão, apenas o técnico Rodrigo Cascca, do Águia Negra, foi expulso, e a partida recomeçou, porém o placar permaneceu inalterado.

Terceiro classificado – Enquanto o “pau quebrava” em Aquidauana, o Galo da capital fazia o dever de casa contra o já rebaixado Novo. O placar tranquilo de 3 x 0 começou ser construído aos 34 minutos da primeira etapa com um golaço do meia João Paulo. Aos 45 minutos, Jonatas Obina cruzou na área e Lucas Kattah aparece entre os zagueiros para fazer o segundo.

No segundo tempo o Operário só precisou administrar o placar e continuar torcendo pela vitória do Azulão, mas ainda deu tempo de fazer mais um gol, Dill cobrando pênalti, aumentou a vantagem e confirmou a classificação do Galo para o hexagonal final.

Com o fim dos jogos pelo grupo A, Dourados, Aquidauanense e Operário disputarão o título através de um hexagonal realizado em turno e returno, contra os classificados do grupo B. Por enquanto, Costa Rica e Comercial já garantiram a classificação, União Abc e Serc disputam a última vaga.

 

Campo Grande News

 

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: