anuncio
Kassio Nunes manda PF agir caso prefeito de BH não cumpra decisão que reabre igrejas

Após o prefeito de Belo Horizonte/MG, Alexandre Kalil (PSD), publicar nas redes sociais que as celebrações religiosas continuariam suspensas na capital mineira, o ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), intimou o mandatário na madrugada deste domingo (4).

No texto, o magistrado determina que seja cumprida a determinação que autoriza a realização de cultos e missas presenciais no país durante a Páscoa.

Na intimação, Nunes Marques dá 24 horas para que Alexandre Kalil esclareça “as providências tomadas, sob pena de responsabilização, inclusive no âmbito criminal, nos termos da lei”.

Em caso de “resistência” da administração municipal, a Superintendência da Polícia Federal (PF) em Minas Gerais deverá garantir o cumprimento da liminar.

O ministro indicado por Jair Bolsonaro afirma ainda que é grave a declaração pública de “uma autoridade de que não pretende cumprir uma decisão” da Suprema Corte.

Além disso, a Procuradoria-Geral da República (PGR) também foi comunicada para “adoção das providências cabíveis” contra o mandatário.

 

Conexão Política

Foto: Flavio Tavares | O Tempo

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: