Dourados ganha moderno Centro de Apoio a Autistas

Cerca de 70 milhões de pessoas padecem, em todo o mundo, de uma doença conhecida como Transtorno do Espectro Autista (TEA). No Brasil, são cerca de 2 milhões de pessoas que requerem cuidados indispensáveis, principalmente se apresentarem comorbidades como epilepsia e deficiência intelectual. Para levar a sociedade a uma reflexão sobre o tema, a data de 2 de abril, foi designada como Dia Mundial de Conscientização do Autismo.

O autismo, geralmente diagnosticado entre os 2 e 3 anos de idade, leva os pacientes a terem problemas na comunicação, socialização e no comportamento. A síndrome leva a criança a apresentar algumas características específicas, como dificuldade na fala e na expressão de ideias e sentimentos, a terem movimentos estereotipados, entre outras.

“Sabemos que o autismo não tem cura, mas o tratamento, quando realizado corretamente, pode facilitar o cuidado com a criança e tornar a vida dos pais um pouco mais facilitada”, salienta o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, que também é médico. Ele explica que em muitos casos, havendo o acompanhamento correto, a criança consegue levar uma vida bem próxima do normal.

De acordo com Resende, o Governo do Estado tem sido parceiro em ações de apoio a instituições de caráter filantrópico que se envolvem com o tema. Uma delas foi a construção, em Dourados, da sede própria da Associação dos Autistas da Grande Dourados (AAGD), bem como a compra dos equipamentos para o funcionamento do local.

A obra foi construída no Bairro Jardim Canaã III, com recursos de R$ 1 milhão repassados pelo Governo do Estado, provenientes de emenda de Geraldo Resende ainda quando exercia o mandato de deputado federal, em 2018. Para os equipamentos, o Estado repassou, no ano passado, R$ 90 mil, que possibilitaram a aquisição de todo o mobiliário e materiais necessários. O local ainda não foi inaugurado por causa das restrições da pandemia, mas já está sendo utilizado pela entidade.

“Ter a oportunidade de apoiar esse tipo de trabalho é muito especial e gratificante. O trabalho dos pais e das famílias é o tipo de ação que muda o mundo para melhor e que toca no coração de todos”, diz Geraldo Resende. “Nós garantimos, com apoio do Governo do Estado, a construção e os recursos para os equipamentos e agora temos um local melhor e mais completo para atendimento aos autistas da região”, salienta.

A sede
A sede edificada no Bairro Canaã III, em Dourados, tem o objetivo de prestar atendimento aos autistas de toda a Região, que compreende trinta e três municípios e uma população de mais de um milhão de habitantes.

O prédio foi construído numa área de 2.450 metros quadrados. A edificação tem 1.102 metros quadrados, com capacidade para abrigar consultórios médicos, atendimentos pedagógicos diversos e de fonoaudiologia, odontologia, fisioterapia e terapia ocupacional, com a presença de psicólogos, assistentes sociais e outros profissionais

Os equipamentos adquiridos com recursos estaduais consistem em materiais específicos e fisioterápicos como cama elástica, bolas, rolo suspenso, plataforma suspensa, balanços, piscina de bolinhas, rede de lycra, trapézio, jogo e bancos, tatames, colchonetes, entre outros equipamentos.

“Não tenho palavras para agradecer ao governo do Estado e ao secretário Geraldo Resende pelo apoio que tem nos dado, a fim de que possamos prestar um atendimento gratuito, num primeiro momento, a 180 famílias. A sede própria e esses equipamentos vai nos possibilitar a, mais adiante, ampliar o atendimento e abrir novas vagas para moradores de outras cidades”, salienta Francisco Sobrinho de Brito, presidente da Associação.

 

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: