anuncio
Hospital dos EUA diz que desenvolveu vacina anunciada como 100% brasileira pelo Butantan

Reportagem do jornal Folha de S.Paulo afirma que a candidata a vacina contra a covid-19 anunciada pelo Instituto Butantan como o primeiro imunizante 100% nacional foi desenvolvida nos Estados Unidos, na Escola de Medicina Icahn, do Instituto Mount Sinai.

A informação foi repassada à publicação pelo diretor e professor do departamento de microbiologia do instituto, Peter Palese. “Sim, também temos um acordo com o Instituto Butantan para entrar em testes clínicos no Brasil usando nosso vetor de vacina NVD. Também estamos desenvolvendo vacinas para variantes da covid-19 baseadas nas versões sul-africana e brasileira para o Instituto Butantan”, afirmou.

Procurado pela publicação, o diretor do instituto paulista, Dimas Covas, afirmou: “O Butantan está fazendo o desenvolvimento integral da vacina a partir de parcerias que temos e com um consórcio internacional”. O Mount Sinai, explicou, teria sido procurado pelo Butantan para fornecer o vetor da vacina.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta sexta-feira, 26, que a vacina era a primeira feita com tecnologia nacional a entrar com testes em humanos. Em nenhum momento Doria ou Dimas Covas mencionaram a parceria com o hospital Mount Sinai. A tecnologia, portanto, é norte-americana, e foi divulgada em duas publicações científicas em 2020: na revista EBioMedicine, em novembro, e  no periódico Vaccines, em dezembro.

 

Revista Oeste

(Imagem: Governador de São Paulo, João Doria | Foto: Governo do Estado de São Paulo)

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: