Fux marca julgamento de recurso contra decisão que ajudou Lula

O recurso que pode inviabilizar a candidatura do ex-presidente Lula será julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 14 de abril. É o que decidiu o presidente do STF, Luiz Fux, na quinta-feira 25. De autoria da Procuradoria-Geral da República (PGR), a ação põe em xeque a decisão do ministro Luiz Edson Fachin. O magistrado anulou todas as sentenças contra Lula no âmbito da Operação Lava Jato. A PGR solicita que o plenário da Corte reconheça a competência da 13ª Vara Federal de Curitiba. Portanto, manter os atos processuais e tornar Lula inelegível. Conforme noticiou Oeste, a Segunda Turma do STF entendeu que o ex-juiz Sergio Moro foi parcial nos casos em que condenou Lula.

 

Revista Oeste

(Imagem: A PGR solicita que o plenário da Corte reconheça a competência da 13ª Vara Federal de Curitiba | Fellipe Sampaio /SCO/STF)

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: