anuncio
Maju Coutinho gera revolta ao comentar sobre aumento das restrições no Brasil: “O choro é livre”

Durante a edição do Jornal Hoje desta última quarta-feira (17), Maju Coutinho, âncora do telejornal da Globo, comentou sobre a série de restrições no país, incluindo o lockdown.

A declaração da apresentadora, contudo, não agradou os telespectadores e a colocou entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil.

Em seu discurso, Maju usou o termo ‘o choro é livre’, gerando grande revolta entre os internautas, já que milhões famílias seguem enfrentando diversos problemas financeiros e emocionais desde que o surto da Covid-19 foi registrado pela primeira vez no país, resultando numa série de restrições sociais e limitações da garantia do sustento do lar.

“As medidas restritivas de circulação estão se espalhando. Os especialistas são unanimes em dizer que estas medidas são indispensáveis para conter a circulação do vírus. O choro é livre, não dá para reclamar, é isso que tem”, afirmou a jornalista, ao vivo.

Repercussão

Nas redes sociais, internautas criticaram a postura da global.

“O choro é livre, diz Maju Coutinho, em tom arrogante, aos brasileiros que perderam seus empregos, estão desesperados e já passam fome”, escreveu Sergio Camargo, presidente da Fundação dos Palmares.

“Esse é a mensagem que a apresentadora tem para aqueles que perderam emprego e estão passando fome por causa das medidas ditatoriais”, disse Thimóteo Oliveira, âncora da Brado Rádio.

“Dispensa comentários. Lamentável. Mas há outro ponto grave na fala da apresentadora: ‘os especialistas são unânimes…’. Não é verdade. Os especialistas não são unânimes em absolutamente nada nessa pandemia, no Brasil e no mundo”, disparou a medalhista olímpica Ana Paula Henkel.

Fonte: Conexão Política

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: