anuncio
Abate de bovinos cai em MS, mas de frango e suíno batem recorde em 2020

Após registrar alta em 2019, o abate de bovinos caiu 13,4% em Mato Grosso do Sul, conforme levantamento divulgado nesta quinta-feira (18) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A pesquisa mostra que no ano passado foram abatidas 346,1 mil cabeças a menos que em 2019, uma queda de 3,6 milhões para 3,2 milhões. O único mês a apresentar variação positiva frente a 2019 foi junho (mais 4.432 cabeças), enquanto a queda mais intensa foi verificada em novembro (menos 68.074 cabeças).

Em 2020, Mato Grosso do Sul seguiu na 2ª posições entre os estados com mais abates, com participação de 10,9%. Em primeiro aparece o Mato Grosso, com 17,1% do total do país.
Suínos e frangos
Por outro lado, houve aumento no abate de suínos e frangos. Em MS, foram abatidas 2,1 milhões de cabeças de suínos em 2020, um aumento de 10,5% (mais 207,7 mil cabeças) em relação ao ano de 2019. Na série histórica, a partir de 2007, ocorreram altas ininterruptas no estado, culminando em novo patamar recorde em 2020.

O abate de frangos cresceu 14,1% e chegou a 176 milhões de cabeças, novo recorde da série histórica. Comparando
os meses de 2020 e 2019, houve alta em todos os trimestres, mesmo em plena pandemia.

Assim, houve aumento de 21,8 milhões de frangos.
Midiammax

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: