Polícia vistoria açougues e apreende 1 t de carne imprópria para consumo

Durante investigação de crime de furto de gado, a polícia fez uma varredura em 10 açougues, mercearias e mercados de Miranda, apreendendo pouco mais de 1 tonelada de carne imprópria para o consumo. A ação contou com apoio de técnicos da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) e houve o descarte, nesse sábado (13). Conforme o G1 MS, a polícia informou que os mantimentos eram “clandestinos, sem procedência e impróprios para o consumo humano”. Desta forma, não houve possibilidade de doação, já que poderia colocar em risco a saúde das pessoas. As equipes também disseram que não havia a possibilidade de incineração e nem colocar em aterros, por questões ambientais e sanitárias. Desta forma, os mantimentos foram encaminhados para descarte em processadora, sendo transformado em farelo de carne e osso, servindo de matéria-prima legal de rações de animais, como cães e gatos. Durante a apreensão, em alguns locais, a investigação disse que achou fezes de ratos em meio aos produtos, sendo que o próprio rato foi achado em um dos estabelecimentos. Entenda o caso A Polícia Civil de Miranda, com apoio de delegacias de Aquidauana, Anastácio e Dois Irmãos do Buriti, além de técnicos da Iagro, deflagrou a operação Minotauro na última sexta-feira (12). Os policiais disseram que a comercialização clandestina estimula furtos de gado em fazendas da região, prejudicando aqueles que pagam o valor correto pelo produto, fazendo uma “concorrência desleal e covarde”.

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: