anuncio
Após ser expulso, advogado preso em operação na fronteira é solto

Um dos três brasileiros presos na Operação Fronteira Segura, desencadeada nesta quinta-feira (11) em Pedro Juan Caballero, o douradense Pedro Martins Aquino, foi liberado após ser expulso do Paraguai e prestar depoimento à polícia brasileira.

Além do advogado atuante em Dourados, Luiz Guilherme Dutra Toppam e Rafael Sancanari também foram presos na operação tem como alvo propriedades usadas pela facção para o tráfico de drogas em esconderijos. Seis imóveis são alvos da polícia, entre eles, o pertencente ao líder do PCC, Giovanni Barbosa da Silva, o ‘Bonitão’.

Carros pertencentes as facções foram apreendidas, assim como, vários pés de maconha que eram cultivados em um laboratório em um dos imóveis da facção criminosa. A operação tenta atingir as bases operacionais da facção na fronteira. A polícia está na busca de capturar os líderes e gerentes da facção, responsáveis por grande parte dos eventos violentos que vêm ocorrendo na fronteira.
Seguindo o advogado Renan Souza Pompeu, que fez a defesa de Pedro, o cliente foi solto porque não houve flagrante e nem mandado de prisão expedido contra ele. Entretanto, o aparelho de telefone celular e o notebook dele estão entre os materiais apreendidos durante a operação realizada nesta quinta-feira em Pedro Juan Caballero.
Midiamax

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: