anuncio
Campo Grande não terá ponto facultativo no Carnaval, confirma Marquinhos

Sem eventos de Carnaval, a Prefeitura Municipal não deve decretar ponto facultativo entre os dias 15 e a manhã do dia 17. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) confirmou nesta quarta-feira (3) que trabalho seguirá normalmente na referida semana.

De acordo com Marquinhos Trad, com a cidade sem os festejos de Carnaval, não teriam motivos para um ponto facultativo longo. “Não terá feriado nem segunda, nem terça e nem quarta. Todos vão trabalhar. Se não tem [eventos de] Carnaval, qual a razão da existência de um feriado?”, pontuou o prefeito.

Por tanto, ponto facultativo de Carnaval não deverá ser decretado. Conforme a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), além de Campo Grande, outras seis cidades não deverão ter o ‘feriadão’.
No Governo Estadual, a situação ainda é incerta. Até estaterça-feira (2), o Governo do Estado ainda não se decidiu em relação ao cancelamento do ponto facultativo do Feriado de Carnaval. Apesar do posicionamento da secretaria de Estado de Saúde para que os dias 15, 16 e manhã do dia 17 não sejam emendadas para evitar aglomerações, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse não acreditar que a liberação dos 40 mil servidores da ativa vá influenciar no aumento da contaminação.

Reunião do Comitê de Operações Emergenciais deve ser realizada para tratar do assunto. “Vou ouvir os argumentos, mas eu também tenho meu posicionamento, o que efetivamente isso resolve pra evitar aglomeração?”, questionou, ao retornar ao comando do Executivo, durante cerimônia na Alems (Assembleia Legislativa de MS), na manhã de terça-feira (2).

Para o secretário, que foi exonerado ‘temporariamente’ da SES (Secretaria Estadual de Saúde), assumir como suplente da ministra Tereza Cristina (DEM) como deputado federal, as festas de final de ano deixaram uma lição sobre o aumento de casos da Covid-19. Apesar da orientação, o secretário disse que a decisão sobre o assunto cabe ao governador.

Midiamax

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: