Reservas para Carnaval chegam a 80% da lotação em pontos turísticos

Com público reduzido, apesar da capacidade plena de funcionamento liberada, o setor do turismo na região de Jardim e Bonito, distante 266 quilômetros de Campo Grande, está animado com as reservas para o Carnaval. Entre os passeios, as vagas ocupadas chegam a 80%. O cancelamento do ponto facultativo, pelo governo do Estado, no entanto, pode reduzir as expectativas.

O Grupo Rio da Prata, composto pelos passeios Recanto Ecológico Rio da Prata, Lagoa Misteriosa e Estância Mimosa, calcula ter reservado 80% das vagas disponíveis para o Carnaval, celebrado entre os dias 16 e 17, em 2021.

Apesar do cancelamento da folia, a previsão, pelo menos para o servidor público estadual, era de descanso no período entre 12 (sexta-feira) e 17 (quarta-feira). Conforme anunciado nesta quinta-feira, pelo secretário de Saúde Geraldo Resende, o ponto facultativo nestes dias será suspenso, pois há investigação de nova cepa do coronavírus em morador de Corumbá.

A necessidade de reduzir os riscos de contaminação, no entanto, frustra as expectativas dos empresários do ramo hoteleiro.

Com 25% dos apartamentos da Pausada Águas de Bonito reservados para o Carnaval, o recepcionista Eurisdes Souza, 34 anos, teme pela suspensão do ponto facultativo. “Isto vai dar uma quebrada. Porque, neste período, o que dá movimento para cidade é o sul-mato-grossense”, afirma.

O Zagaia Eco Resort, um dos principais hotéis da cidade, registrava reserva de 45% dos cômodos disponíveis até hoje, quando houve o anúncio do governo do Estado.

Apesar da baixa procura em relação aos anos não pandêmicos, o hotel registrou movimento significativo no começo de janeiro. Desde outubro do ano passado, os estabelecimentos de Bonito, cuja principal atividade econômica é o turismo, estão autorizados a funcionar com 100% da capacidade. Normas de biossegurança, como uso de máscaras e de álcool em gel, são necessárias para receber os turistas.

Sem folia – A folia de Carnaval, geralmente marcada pelos blocos e desfiles, foi suspensa nos municípios de Mato Grosso do Sul. Mas, os atrativos naturais do interior do Estado acabam tornando-se destino para quem procura lazer em tempos de pandemia. A busca por isolamento, no entanto, pode ter efeito contrário durante os feriados prolongados e gerar aglomeração.

Campo Grande News

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: