anuncio
Mara Caseiro deve assumir liderança do Governo na Assembleia Legislativa

A liderança do Governo do Estado na ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) deve trocar de mãos em 2021 e retornar para um parlamentar tucano. No caso uma parlamentar, já que a indica para o posto é Mara Caseiro, única mulher entre os 24 deputados estaduais da Casa de Leis sul-mato-grossense.

Em 2019, a liderança foi exercida pelo democrata José Carlos Barbosa, o Barbosinha, passando em 2020 para Gerson Claro, do Progressistas. Agora, o posto ficará com Mara, que voltou à Assembleia após a morte de Onevan de Matos, também do PSDB.

“Na realidade, agora só preciso sentar com o governador para conversar sobre isso [indicação à liderança do Governo na Assembleia]. É só sentar e conversar para que seja oficializado, algo mais formal com ele”, explica Mara.

A indicação também foi confirmada pelo presidente reeleito da Casa, o também tucano Paulo Corrêa. A oficialização dos nomes e demais detalhes devem acontecer no dia 2 de fevereiro, quando as atividades da Assembleia devem ser retomadas.

Mara concorreu à uma vaga na Assembleia em 2018, mas acabou ficando na suplência dos tucanos eleitos. Desde então, ela ficou no comando da FCMS(Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul), até poder retornar à Casa no lugar de Onevan, que morreu por causa de uma pneumonia iniciada no período em que contraiu covid-19.

Deputada entre os anos de 2011 e 2018, por dois mandatos, Mara foi prefeita de Eldorado, no sul do Estado, entre 2001 e 2008. Antes ainda, ela foi vice-prefeita daquele município, de 1993 a 1996, e vereadora de 1997 a 2000. –
Campo Grande News

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: