anuncio
Turismo de MS espera vacinação e já planeja duas campanhas para fomentar o setor

O turismo de Mato Grosso do Sul aguarda o começo da vacinação da covid-19 em todo Brasil para que haja a retomada do crescimento e possa se expandir em 2021, com as pessoas se sentindo mais “seguras” para viajar e conhecer as belezas naturais do Estado. Para isto já planeja lançar duas campanhas promocionais neste primeiro semestre.

“Estamos esperançosos para crescer neste ano, mas a retomada efetiva do turismo está diretamente ligada a vacina, por isso a necessidade do governo federal definir o calendário e começar a vacinação em todo País. Assim nossos destinos de ecoturismo e natureza não se expandir”, explicou Bruno Wendling, diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur).

Ele lembrou que o setor (turismo) foi um dos mais afetados com a pandemia, porque precisa do deslocamento dos turistas e que eles desejam viajar com segurança. “Temos pontos turísticos de grande potencial e novos destinos de natureza que vão ser atrativos de destaque”, frisou.

O governo estadual já está preparado para iniciar a imunização, assim que as vacinas para covid-19 chegarem em solo sul-mato-grossense. O ministério da Saúde sinalizou que a vacinação deve estar disponível entre os dias 20 de janeiro a 10 de fevereiro. Já o “plano B” é a compra de 1,7 milhão de doses junto ao Instituto Butantan, inclusive já foi formalizado o protocolo de intenções para aquisição.

O diretor-presidente da Fundtur adiantou que a previsão é de lançar duas campanhas promocionais para fomentar o turismo de Mato Grosso do Sul. A primeira deve começar em março ou abril e será voltada para a população do Estado, com a intenção de incentivar as pessoas a visitar os pontos turísticos sul-mato-grossenses.

“Nesta primeira (campanha) queremos valorizar os nossos destinos aos sul-mato-grossenses, para que comecem a frequentar nossas belezas naturais e conhecer o que existe aqui dentro do Estado”, disse Wendling. O foco será o aumento de turistas de consumo interno.

Já a segunda será em âmbito nacional, voltado aos turistas de todo Brasil, assim como empresas e agências do setor. “Esta campanha terá um foco mais especializado e tendo uma linha de comunicação mais segmentada e pretendo lançar ainda neste primeiro semestre”.

Selo

Wendling destacou que nesta retomada do turismo, Mato Grosso do Sul já dispõe de estrutura e credibilidade, tanto que desde o ano passado já conta com o selo internacional de turismo seguro “Safe Travels”, criado pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC – World Travel & Tourism Council).

“É uma segurança a mais para os turistas que vieram ao Estado e fomos um dos primeiros a conquistar esta condição (selo) tanto a nível nacional, como internacional. Aqui as ações foram além e houve uma auditoria direta nas empresas (turismo), com medidas rigorosas de biossegurança”, descreveu.

Para obter o selo internacional deve se adotar um protocolo de boas práticas, que foi elaborado de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), contando com a colaboração de diversas entidades ligadas ao setor de turismo. As medidas (biossegurança) devem ser adotadas pelos destinos turísticos.

Fomento

Para ajudar na retomada do setor, a Fundação lançou em setembro quatro editais de chamamento público para municípios e Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que desejam apresentar projetos de fomento e apoio a eventos turísticos no Estado. As ações são em diversos segmentos como ecoturismo, evento gastronômico, turismo de esporte, aventura e de negócios, assim como divulgação de rotas de Pantanal Bonito, Cerrado Pantanal e região do Caminhos dos Ipês.

“Já tivemos os projetos selecionados sobre eventos geradores de fluxo de turístico, assim como promoção de rotas e já devemos começar a pagar os convênios aos municípios e entidades neste primeiro trimestre”, revelou Wendling.

O diretor-presidente destacou que esta é mais uma ação em busca da retomada do turismo em Mato Grosso do Sul, tendo como objetivo descentralizar os recursos financeiros para apoio às regiões turísticas. Os projetos serão desenvolvidos em estratégias alinhadas com as campanhas e ações da Fundtur.

Subcom

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: