anuncio
Maracaju já está se preparando para receber a vacina contra a COVID-19

Na tarde desta sexta-feira (15/01) o Secretário de Saúde, Thiago Caminha relatou que o município está preparado para receber as doses da vacina contra a covid-19.

No entanto o secretário ressaltou que há todo um plano a ser seguido. Primeiramente serão enviadas para Maracaju 1.911 doses, conforme informação do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, através do Plano Estadual Conjunto de Distribuição de Imunizantes, que conta também com a participação da Secretaria Estadual de Justiça Segurança Pública. Essas doses serão destinadas aos grupos prioritários elencados no Plano Nacional de Imunização, preconizando a vacinação inicialmente aos profissionais da saúde e idosos.

Conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde, as doses da vacina chegarão a cidade gradativamente, respeitando uma logística de distribuição que é de responsabilidade do Governo do Estado. Para garantir a segurança e a agilidade no transporte e distribuição, estão envolvidos neste processo a Polícia Militar, Polícia Civil e agentes do Corpo de Bombeiros Militares.

A data exata para o início da vacinação ainda não foi definida em nosso Estado, nem as datas de cada uma das 04 fases da campanha, porém segundo o Plano de Distribuição, a imunização poderá começar a partir do dia 20 de janeiro.

A equipe de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde está desde a publicação dos planos em constante treinamento para cumprir todos os procedimentos preconizados desde a inserção dos dados de cada cidadão vacinado, a correta armazenagem e manuseio das vacinas, bem como a técnica de aplicação e o monitoramento dos eventos adversos que podem ocorrer como em qualquer outro grupo de imunizantes. É importante salientar que as datas podem ser alteradas, independente do posicionamento da saúde municipal.

As vacinas serão distribuídas de forma equitativa e proporcional a Maracaju e a todos os outros municípios do Estado,  sendo produzidas pelo Instituto Butantan e a da AstraZeneca da Oxford, ambas aguardando a autorização da Anvisa e a incorporação ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) com toda segurança garantida pelo Ministério da Saúde. Serão distribuídas de forma fracionada, fato que vai gerar a necessidade da realização de vários transportes do imunizante aos respectivos municípios em curtos espaços de tempo.

Segundo o Secretário de Saúde Thiago Caminha, a dose preconizada é de 0,5 ml aplicadas por via intramuscular. A temperatura de armazenagem do imunizante varia entre 2⁰C e 8⁰C  (graus Celsius), requisito plenamente atendido pela saúde municipal.

O compromisso é com a segurança e agilidade para imunizar rapidamente os grupos prioritários e população alvo para a vacinação, que é totalmente definido pela Estratégia Nacional, sendo vedado ao município qualquer mudança do protocolo.

Diariamente a Secretaria de Saúde está recebendo as orientações de todo o Processo de Imunização e espera que nos próximos dias já de posse dos imunizantes inicie o atendimento da comunidade. Para o titular da pasta municipal a “Vacinação é um ato coletivo, e para isso é preciso que exista confiança por parte da sociedade nas instituições que estão trabalhando incansavelmente neste  processo para garantir saúde e proteção a toda população” Finaliza Thiago Caminha.

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: