anuncio
Secretário de Saúde e Procurador Geral do Município reuniram-se com representantes do comércio noturno, academias e igrejas para elaboração do plano biológico para Maracaju

Na tarde desta quarta-feira (13/01) o Secretário de Saúde juntamente com o Procurador Geral do Município reuniram-se na sede da Associação Empresarial de Maracaju (ASSEMA) com os representantes do comércio noturno, academias, igrejas e associados para explanação da reunião que aconteceu na última segunda-feira com o promotor e para a possível criação do plano de biossegurança municipal.

O procurador geral do município explicou o porquê Maracaju fechou as portas do comércio noturno, as academias e igrejas, “Estamos na bandeira vermelha e o município aderiu ao programa prosseguir do governo do estado, isso impossibilita o comércio noturno abrir sem um plano de biossegurança por isso precisamos não apenas fazer esse plano, mas também segui-lo à risca,” relatou o procurador.

No final do ano houve um afrouxamento na fiscalização pela passagem de mandato e a demissão de vários funcionários que ajudariam na fiscalização, devido a tudo isso o município precisa realinhar para poder conseguir a liberação novamente.

Logo após os esclarecimentos o secretário de saúde e procurador geral do município apresentaram o plano de biossegurança que será apresentado para o Promotor, e qual vai ser a contra partida do município, juntamente com as ações que a Prefeitura Municipal irá aderir, caso os comerciantes adquirirem o plano terão que seguir à risca, podendo assim se caso haver descumprimento das regras ser multado ou até mesmo fechar as portas até que o município entre em bandeira verde.

A abertura do comércio na bandeira vermelha é possível, mas só acontecerá após a apresentação e aprovação do plano de biossegurança  pelo Ministério Público e assim que todas as empresas aderirem a esse plano de biossegurança.

A secretaria de saúde irá elaborar o plano para as empresas que ainda não tem, facilitando assim com que as empresas não precisem ter mais esse gasto, além disso o município fará campanhas de conscientização além de uma forte fiscalização.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Siga nossa página no Instagram: instagram.com/plantaoregional

Siga nossa página no Facebook: fb.com/plantaoregionalms

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: